Ms. Marvel - Nada Normal

Ms Marvel -  Nada Normal

Eu comecei a ler esse material por scan, devido ao burburinho que foi criado ao torno dele. Na época de lançamento na gringa, esse quadrinho recebeu ótimas críticas. Mas como eu não tenho muita paciência para ler scans, acabei deixando para para e esperar sair aqui no Brasil. 



Mas eu acabei demorando um pouco para ler esse quadrinho e explico os motivos: em primeiro lugar dinheiro, acho que esse é sempre o primeiro. Segundo, como não é dos materiais que estou acompanhando (apesar de ela ter feita uma participação em O Espetacular Homem-Aranha 6 e 7) achei que pudesse deixar um pouco para depois, e, encontrei uma bela promoção na FNAC (não estou recebendo nada por isso, sério) que esse hq estava por R$ 18,80, e o preço de capa é R$ 25,00, se não me engano.

Junto com ela peguei também Homem-Aranha Superior: Meu Pior Inimigo e Homem-Aranha Superior: Mente Conturbada. Esses dois encadernados apresentam a fase do Homem-Aranha Superior, que eu não acompanhei mensalmente, e agora posso saber tudo o que houve, já que ainda existem resquícios na atual mensal do O Espetacular Homem-Aranha. Mas isso fica para outro post.

Agora vamos falar de Ms. Marvel
Eu gostei desse material e acho que ele realmente tem seu lugar na história. O usual de super-heroínas é sempre uma mulher voluptuosa com roupas minúsculas e poucas vezes sendo protagonista, normalmente ela é uma co-adjuvante ou faz parte de alguma equipe (salvo raras exceções). Nesse caso é muito o contrário. 

O roteiro é de G. Willow Wilson, americana de Nova Jersey que se converteu ao islamismo durante a faculdade. Além de autora de quadrinhos, ela é ensaísta e historiadora especialista em literatura árabe. Com esse perfil podemos entender o motivo de Ms. Marvel ser tão diferente e ter conquistado seu lugar na história da nona arte. 

G. Willow Wilson

Kamala Khan é uma adolescente de Nova Jersey (olha as coincidências começando, se é que elas existem), normal como qualquer outra garota. Mas com um diferencial, ela é filha de paquistaneses, mesmo nascida em Nova Jersey ela é muçulmana como seus pais e irmão. Mas ela quer apenas ser uma adolescente comum e isso não é tão fácil quando se é uma garota muçulmana. 

Esse é o mais interessante desse quadrinho, ele nos apresenta uma cultura completamente diferente da nossa e mais diferente ainda dos americanos, isso fica claro em algums momentos. São regras e dogmas que precisam ser seguidos, e ela não entende o motivo de não poder ser "livre" e mesmo assim seguir sua religião. Ela deseja saber como é ser uma adolescente, ir às festas e até mesmo namorar. O núcleo familiar da Kamala é muito interessante, mostra um pai que está um pouco mais acostumado com o ocidente, mas ainda mantém regras rígidas. A mãe é uma mulher mais preocupada e sempre acha que a filha irá fazer coisas erradas. O irmão usa a religião como desculpa para não arrumar emprego, segundo diz seu pai. Os castigos e punições são recorrentes devido ás regras rígidas. 

Família Khan e Bruno


Esse quadrinho nos apresenta uma visão, digamos básica, do Islã. Não se aprofunda, mas vemos alguns pilares lá. A parte que mais me chamou a atenção foi a cena da sinagoga. Mostra claramente o questionamento de Kamala com algumas regras que ela não entender a razão de ser. Essa parte realmente é muito interessante. 

Ela tem seus amigos, e seus "inimigos" na escola, e por ser muçulmana acaba sendo vítima de bullying dos colegas da escola que sempre encontram motivos para alfinetá-la ou tirar um sarro das regras que ela tem que seguir. Kamala é um tanto nerd e muito fã dos Vingadores, e sua grande ídola é a Capitã Marvel, de onde ela tira inspiração para o uniforme. O seu maior sonho é um dia fazer parte ou trabalhar junto com Os Vingadores

Ms. Marvel / Capitã Marvel

Um dia ela resolve sair às escondidas para ir à uma festa do colégio, por ter essa curiosidade em saber como é e o que os outros adolescentes fazem nessas festas. Mas ela acaba sendo atingida pela Nuvem (ou Névoa) Terrígena*, que tem como propriedade ativar o DNA "mutante" das pessoas. Depois desse contato com a Nuvem ela tem uma visão e acaba desmaiando, quando acorda ela começa a perceber algo errado com seu corpo, e mesmo sem saber direito o que está acontecendo acaba salvando uma pessoa. Agora, ela quer saber mais sobre isso e o que ela pode fazer com esses poderes que ela "ganhou". Com a ajuda do amigo Bruno ela tenta entender melhor que o que está acontecendo, mas não será nada fácil com seus pais na cola e os vários castigos que ela precisa cumprir.

O quadrinho é bem escrito, a história é muito boa e eu queria ler logo para saber o que ia acontecer, isso é bom. As ilustrações são de Adrian Alphona, ilustrador canadense que trabalhou também em Spider-Man Loves Mary Jane, Capitain Britain and MI e Uncanny X-Force. A narrativa não se perde e não cansa, e por conta disso vamos descobrindo junto com a Kamala do que ela é capaz. Fiicamos até um pouco com dó pelo fato dela ter que se virar com os pais e alguns alunos chatos do colégio. Mas é assim que crescemos, não?

Apesar de um belo tratamento e capa dura, os pontos negativos da edição foram a separação dos capítulo que acabou repetindo "Parte Quatro de Cinco" duas vezes, onde seria "Parte Cinco de Cinco", acredito que foi um erro de revisão. E em algumas páginas umas imagens saíram um pouco borradas, parece ter sido um problema de impressão, e não sei se apareceu em outros volumes, mas não chega a afetar a leitura. Fora isso, é um ótimo material. De extras temos as capas originais, e algumas são muito bonitas e dariam ótimos pôsteres.



Para um fã de quadrinho é um material que não pode faltar na estante, por ser o começo de uma nova heroína e pelo contexto, digamos, histórico desse quadrinho. Pode ser que não encontre mais em bancas, mas ainda está em catálogo disponível em várias lojas online. Fique atento para as promoções e não perca esse material.



(Dica de pai: é um material bem legal para meninas, já que temos poucas heroínas. Se você é pai de menina e ela já sabe ler e se interessa, apresente esse material para ela.)

É isso aí.

Este volume reúne as edições 1 a 5 de Ms. Marvel e uma história de All-New Marvel Now! Point One 1. 

*Para saber mais sobre a Nuvem Terrígena, veja Os Inumanos.

Comentários

  1. Boa, Renato!
    Achei esse um dos materiais mais interessantes que li da Totalmente Nova Marvel. Gosto muito de quadrinhos onde o roteiro e a arte casam perfeitamente, e MS. Marvel é um exemplo muito bom disso.

    Se puder ver a review do Nerd, agradeço! haha
    http://saboiarafa.blogspot.com.br/2016/02/ms-marvel-nada-normal.html

    Abraço!

    (obs.: Sim, percebi esses erros gráficos que você mencionou e me irritou um pouco... mas nada que afete a história!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não me engano em Julho sai o volume 2, estou ansioso. O que me irrita é essa bagunça toda. Como demora muito para chegar aqui, acaba confundindo as histórias. Em Ultimate Marvel ela já participou de umas histórias com o Miles, há equipe de nova dos Vingadores que não veio pra cá ainda (com ela, Nova e Miles), e agora vem Guerras Secretas... Eu acho tudo muito confuso (imagina pra quem não entende nada...).
      Valeu a visita! Abraço.

      Excluir

Postar um comentário