Guerras Secretas: Os Vingadores 1 - A Guerra das Armaduras



A qualidade dos tie-ins de Guerras Secretas vem deixando a desejar. Muitas edições tem uma história fraca e/ou genérica. Onde seria uma oportunidade dos roteiristas criarem, alguns simplesmente fizeram o "mais do mesmo", sem muitas surpresas. Pouco mais de três meses de saga, temos poucos tie-ins que podemos dizer que são realmente bons. Os Vingadores - A Guerra das Armaduras é mais um desses tie-ins que não é tão bom, mas que ao meu ver, também não é tão ruim.

Os tie-ins são histórias relacionadas à saga principal que pode ter influência ou apenas serem influenciadas pela saga. No caso dos tie-ins de Guerras Secretas, não há muita influência, a maioria mostra como é determinada terra e o que está acontecendo em decorrência das Guerras Secretas e do comando do Dr. Destino


Esse é o ponto. Por não influenciar a saga principal e nem o futuro dos heróis, esses tie-ins poderiam ter sido mais elaborados, com histórias diferentes do que vemos normalmente, ou seja, mais ousadas. E infelizmente não é isso que estamos vendo. Até o momento foram poucas edições que foram realmente boas, e algumas são completamente descartáveis. Mas ainda temos pouco mais de dois meses pela frente, quem sabe não seremos surpreendido com algo?




Em Os Vingadores - A Guerra das Armaduras, não vemos a famosa equipe, estamos em Tecnópolis, uma das terras do Mundo Bélico, onde o Barão é Homem de Ferro, Tony Stark. Devido a um vírus que se espalhou por essa terra, todos os habitantes precisam usar uma armadura parecida com a do Homem de Ferro. Com essa armadura eles conseguem impedir que o vírus se manifeste e cause a morte dos habitantes. Nessa terra temos também Arno Stark, irmão de Tony que tem a sua própria empresa de tecnologia e O Rei do Crime, Wilson Fisk.


Interesses, espionagem industrial e segredos. Os ingredientes para um ótimo roteiro estão aí, mas nesse caso não passa de um bom roteiro. Descobrir a origem do vírus que assola Tecnópolis pode ser fatal para quem detém esse conhecimento. E quando o primeiro dominó cai é difícil impedir que os outros sigam o mesmo destino. O plot twist não foi tão surpreendente, mas o que vem com ele foi mais interessante. Nesse ponto que a história me pegou. Mas senti falta de mostrarem mais sobre o vírus. Faltou explorar esse assunto, seria interessante saber mais sobre ele e como afeta a vida dos habitantes de Tecnópolis. A arte é boa em vários momentos, mas em algumas partes parece que houve uma certa preguiça de desenhar várias armaduras que apareciam ao mesmo tempo nas cenas.


A Guerra das Armaduras não chega a ser um clássico da saga Guerras Secretas, mas também não é descartável quanto alguns, mas ficou aquele gostinho que poderia ter sido algo realmente bom.



Guerras Secretas: Os Vingadores 1 - A Guerra das Armaduras
Armor Wars 1 - 5 (2015)

Roteiro: James Robinson

Arte: Marcio Takara

116 páginas


R$ 14,00

Avaliação: ***

Comentários